domingo, 8 de março de 2009

MENOS MORAL, MAIS VIOLÊNCIA

Em toda a história da raça humana sempre existiu violência sobre a face da terra. Infelizmente sempre houve homicídios, latrocínios, guerras, furtos e todo tipo de crimes contra pessoas. É uma decadência moral impregnada na natureza caída do homem. Porém, apesar da maldade do ser humano ser tão antiga quanto o próprio homem, nunca foi e nunca será uma normalidade dos dias hodiernos, pois todo ato desumano traz terror e desespero.
Todavia, quero ressaltar, o que já é percebido, que a violência apesar de sempre ter existido, nada tem sido tão alarmante como nos dias de hoje. Pois ela está, de forma assustadora, crescendo e se intensificando cada vez mais nos dias atuais. Cada ano que passa registra-se um aumento na criminalidade, e ainda, sendo sempre praticado com mais ousadia e impiedade. E isso em qualquer parte do mundo, mesmo países desenvolvidos.
Não há respeito por nada e por ninguém: mulheres, velhos, crianças etc. Até mesmo inocentes indefesos, ainda no ventre, são implacavelmente privados do direito de viver. E o mais estarrecedor, é que segundo estatísticas, a maioria desses criminosos são jovens, na faixa etária de 15 a 24 nos.
Assim, diante da calamidade que vivemos, alguém pode dizer que tudo o que a sociedade padece hoje, é resultado da longa ausência de uma política séria que erradique a desigualdade social em todos os níveis, quando na verdade o problema maior não está só nesse ponto. Claro que, mais emprego, educação, saúde, resolveria muita coisa, mas só em parte. Porque vejo que a verdadeira causa, de todos os males em que o mundo está mergulhado, diz respeito à falta de um princípio que norteia para o bem, toda conduta do homem: a moral.
Não adianta muita coisa, pessoas terem um bom emprego, saúde, uma boa educação, se não tiverem um mínimo de moralidade. Pois moral é tudo: é respeito, bons costumes, honestidade, justiça, decência, honra, dignidade e deveres. E sem isso, o mundo mergulhará em uma devassidão autodestrutiva.
A escassez cada vez mais de princípios morais tem resultado em diversos males, inclusive a onda de violência. A imoralidade hoje é louvada por muitas pessoas. Vivemos dias em que nossas crianças são sumariamente intoxicadas com pornografias em todos os meios de comunicação. O adultério, separações e divórcios são incentivados em telenovelas. A prostituição tornou-se profissão. A lascívia, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, Invejas, bebedices, glutonarias, tudo isso e muito mais, é terrivelmente estimulado no meio em que vivemos. E, para piorar a situação, constantemente a grande mídia quer, através de fatos isolados, ridicularizar a Igreja, que é a principal defensora e propagadora da moral e dos bons costumes. O que é isto senão uma conspiração contra tudo o que é verdadeiro, honesto, justo, puro e amável. E isso gera violência! Porque quem não respeita a si mesmo, muito menos a pessoas alheia.
Diante de tudo isso, penso que a única solução é voltarmos ao caminho cristão. Pois não matar, não adulterar, não furtar, não dizer falso testemunho, não cobiçar coisas alheias... são preceitos morais e Bíblicos, sem os quais o homem não vive. Nunca ficou tão evidente, como nos dias de hoje, que uma sociedade materialista e consumista que tenta excluir Deus de suas vidas, está a mercê da depravação. Por isso já dizia sabiamente o escritor sacro: Feliz é a nação cujo Deus é o SENHOR (Salmos 33 : 12). Que Deus tenha misericórdia de nós!
Pb. Gleison Elias Pereira.

9 comentários:

Wander Ribeiro disse...

Como seu texto fala sobre violência e hoje é o Dia Internacional da Mulher, gostaria de deixar aqui o meu "NÃO à violência contra a mulher".

abraço!

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

1. Amado Pb Gleison, essa é uma realidade incotestável. Estamos vendo os valores éticos, morais, sendo pisoteados. Somente a pregação do evangelho, e o poder do Espírito para proibir o avanço deste mal. Nos grande avivamento da Inglaterra, época de Jonathas Edwars, Finney, Spurgeon, o avivamento foi tão grande, que os magistrados quase não tinham causas para julgar. Os bares se fecharam. Os estádios ficara vazios. As boates se fecharam. E, eu creio piamente que se buscarmos ao Eterno, Deus pode fazer isso em nossos dias! Hc 3.2

abraços, Pr Marcello

P.s veja meu novo texto: Uma exegese do Sl 1

Debora Zibordi disse...

A paz do Senhor, Pb. Gleison!

Parabéns pelo texto! Todos nós nos sentimos angustiados ao olhar para a situação em que se encontra a humanidade. O homem segue seus próprios caminhos, afastando-se de Cristo e aproximando-se cada vez mais do abismo!

Que seu texto possa despertar aqueles que ainda dormem e nada fazem para que o evangelho seja pregado!

Que seu blog seja um referecial para aqueles que desejam aumentar seus conhecimentos sobre a vida cristã e a intimidade com o Senhor!!!

Deus te abençoe

Ao toque do amor disse...

Graça e paz, irmão!
Que o Senhor continue te abençoando e te ajudando a postar mensagens tão edificantes , que possam tocar a vida de muitas pessoas.
Te desejo muitas bençãos nesta semana.
paz

Gleison Elias Pereira disse...

Prezado irmão Wander Ribeiro,

Obrigado pela sua participação. Que o Senhor Jesus continue te abençoando.

Gleison Elias Pereira disse...

Nobre Pastor Marcello,

Eu também creio que o nosso Deus pode fazer isso em nossos dias. Vamos aproveitar todo espaço virtual na internet que o Senhor tem dado ao seu povo e conclamar toda a igreja a orar por esse avivamento.
Um abraço meu amigo!

Gleison Elias Pereira disse...

A Paz do Senhor irmã Débora,

Obrigado por sua participação! É uma honra e um incentivo receber seus comentários aqui neste espaço.
A minha oração é que Deus continue levantando homens e mulheres para proclamar sua Palavra através da Grande Rede de Computadores (internet), onde eu tenho certeza que muitas vidas são salvas e edificadas.
Um Abraço!

Gleison Elias Pereira disse...

A Paz do Senhor irmã Sandra Veneziani,

Obrigado minha irmã! Continue orando por mim. Tenha também um excelente inicio de semana na presença de nosso Senhor Jesus.
Um abraço!

Vicente de Paulo disse...

Como arautos da Palavra de Deus não podemos nos calar diante deste caos social, é imprescindível dar-mos uma resposta conforme os parâmetros da Fé Cristã. Que o Senhor lhe inspire a fazer isso sempre.

Postar um comentário

Caro internauta, fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. Deus te abençoe!

 
Powered by Blogger