quinta-feira, 20 de agosto de 2009

"Onde estão as milhares de crianças que somem todo o ano no Brasil?", questiona autor de "Crimes satânicos"

Em entrevista, Leo Montenegro fala sobre rituais satânicos, sacrifício de crianças e vídeos snuffs

No dia 8 de setembro, a Editora Naós lança o livro "Crimes Satânicos - Eles mataram em nome do diabo", na Expocristã 2009, em São Paulo (SP). O livro além de denunciar o rapto organizado de pessoas com objetivo serem sacrificadas em rituais de magia negra dentro e fora do Brasil, apresenta casos que vêm acontecendo em todo o mundo.

O livro também fala da relação entre serial killers e cultos satânicos, e cita casos famosos como Charles Manson, Richard Ramirez, David Berkowitz, Henry Lee Lucas, Ottis Tole, Condessa Bathory, Richard Ramirez, entre outros.

Segundo o autor, Leo Montenegro, um dos objetivos do livro é expor à sociedade o perigo de práticas de cultos satânicos e alertar pais sobre o aliciamento de jovens ao satanismo. "Creio que 'Crimes Satânicos' tem a importante missão de tornar público os crimes promovidos pelo satanismo ou por influência dele. No mundo todo, crianças, bebês e adultos tem desaparecido e muitos deles têm sido mortos em rituais satânicos", afirma Montenegro.

De acordo com o autor, os vídeos, fotos e outras fontes citadas no livro foram gravadas em três DVDs, uma em posse da editora, outra guardada consigo mesmo e outra em mãos de uma pessoa de confiança. Ainda segundo o autor duas fontes importantes surgiram e resolveram contribuir também para um segundo volume de Crimes Satânicos, uma delas é testemunha da filmagem e comercialização de vídeos Snuff em são Paulo e a outra era um membro do culto satânico americano "A Mão da Morte ", que resolveu contar tudo sobre o culto e crimes relacionados à organização.

Trecho do livro:

"Você come partes de carne humana nos rituais?"

"Às vezes".

"Que partes são comidas ritualmente?"

"Nós tínhamos um ritual onde nós comíamos partes genitais".

"Fale sobre isso"

"As partes das mulheres eram os mamilos e a vagina".

E sobre os homens?

"Você corta o pênis fora, corta os testículos.

É posto em algo como um prato de sopa. O sujeito que cozinha faz isto como uma sopa ou guisado. É uma receita secreta de aproximadamente mil anos atrás".

Culto Satânico a Mão da Morte

Entrevista

Confira entrevista do autor concedida ao Portal Momento Literário:

Quando você começou a investigação e qual foi a principal motivação que o levou a escrever o livro?

Leo Montenegro: Tive acesso às fotos da cena do crime de um ritual satânico envolvendo a morte de criança de cerca de 2 ou 3 anos de idade. Ela foi sacrificada pela própria mãe em uma ritual de magia negra e teve seu coração arrancado e em seguida foi decapitada. Isso me motivou a denunciar esses crimes que estão acontecendo em todo o mundo. Não fazemos idéia do quanto isso é real, pois a mídia não noticía esses crimes por duas razões:

1- Esses crimes possuem requintes de crueldade extrema a ponto de deixar muitas pessoas em estado de choque;

2- O envolvimento de pessoas influentes da sociedade que estão envolvidas no rapto e morte dessas pessoas.

Crimes Satânicos é em primeiro lugar uma denúncia.

Durante as investigações o que mais lhe chamou atenção dentro do assunto?

Leo Montenegro: Foram dois anos para concluir o livro Crimes Satânicos e o que mais me assustou foi a multiplicação de casos nesse período. Conforme eu ía escrevendo ,surgiam novos casos no Brasil e no mundo.

O que me espantou foi que na maioria desses casos havia jovens envolvidos e muitos deles foram criados em um berço cristão, mas com o tempo acabaram se envolvendo com o satanismo.

Mas o que mais me chocou foram os vídeos Snuffs, antes de ver isso eu nunca tinha visto uma pessoa morrer e isso me abalou de tal forma que por vários dias eu não consegui dormir à noite, pois fechava os olhos e lá estavam as cenas.

Foram os piores dias da minha vida. Sinceramente, eu ainda não sei o quanto isso me afetou.

No livro você fala sobre aliciamento de pessoas para cultos satânicos, de que forma se dá a divulgação dessa religião e como as pessoas são alcançadas por satanistas?

Leo Montenegro: O satanismo tem se multiplicado em todo o mundo e esse crescimento se deve principalmente à liberdade que o satanismo conquistou no mundo todo. A internet tornou-se sua principal ferramenta de aliciamento. Ela tem alcançado jovens e adultos que pensam ter encontrado no satanismo uma forma de expressar seu ódio contra a família, a igreja e o mundo. A Bíblia Satânica pode ser baixada gratuitamente em milhares de sites no Brasil e no mundo todo e, toda essa facilitação somada à curiosidade, acaba por contribuir com o crescimento do satanismo no mundo todo. Encontrei até mesmo sites e fóruns na internet dedicados a auxiliar jovens cristãos convertidos ao satanismno, dando dicas de como esconder sua nova crença e até mesmo dando instruções de como agir na hora decontar à familia que era um adorador de satan.

Muitos jovens que comentaram sobre esse tópico eram evangélicos e até filhos de pastores.

Rituais dessa natureza são altamente secretos, como você conseguiu as informações que precisava para o livro?

Leo Montenegro: Infiltrei-me em muitos fóruns e comunidades relacionadas ao satanismo e tive acesso a muita informação e notícias. Conversei com ex-adeptos do satanismo e assisti documentários e artigos sobre o assunto. Porém, através de casos que estão vindo à tona pude somar muitas informações que acabaram sendo importantes para o livro.

Minha principal motivação não era atacar uma religião ou crença e sim denunciar os crimes promovidos por alguns cultos satânicos ou com motivação satânica.

Qual a ligação entre a pedofilia e o satanismo?

Leo Montenegro: Essa relação existe a muito tempo. Hoje no Brasil temos esse assunto em evidência, graças ao trabalho da CPI da Pedofilia, porém, as redes organizadas de pedofilia são muito mais antigas. Nos anos 80 o culto satânico Templo de Set já estava sendo investigado por abusos sexuais de crianças e mesmo com tantas provas colhidas na época, ninguém foi preso. No livro Crimes Satânicos tenho falado sobre essa relação entre satanismo e pedofilia, isso devido à facilidade que alguns cultos satânicos têm de raptar crianças, aliada a grande demanda da pedofilia no mundo todo. Alguns cultos raptam as crianças para a produção de vídeos snuff. Algumas dessas crianças são abusadas, torturadas e mortas das piores formas possíveis, tendo tudo isso gravado em um vídeo que é, em seguida, vendido para redes organizadas de pedofilia. Muitas dessas redes são organizadas por cultos satânicos ou satanistas que tem como missão abastecer o mercado com esses vídeos snuffs.

Estima-se que a pedofilia arrecada anualmente cerca de 5 bilhões de dólares por ano, tendo usado a internet como forma de espalhar esse mal pelo mundo.

O que são os vídeos snuffs, de que forma estão ligados ao satanismo?

Vídeos snuffs são vídeos com mortes e assassinatos reais que são filmados ou produzidos com o objetivo de serem comercializados. Quando comecei a pesquisar os cultos satânicos e rituais satânicos, encontrei informações que relacionavam os vídeos Snuffs aos cultos satânicos. Desde a "Mão da Morte" nos anos 70 a 80, os assassinatos em Ciudad Juarez, até casos nos dias atuais apresentavam essa relação. Na internet, existem milhares de vídeos de mortes e assassinatos reais, porém só são considerados vídeos Snuffs os que foram produzidos ou filmados com o objetivo de comercialização. Muitos falsos vídeos snuff tem surgido, tanto que quando comecei a escrever sobre eles, eram considerados uma lenda. Mas essa idéia caiu por terra quando eu assisti a um vídeo snuff real. No livro Crimes Satânicos, eu conto em detalhes a história e descrevo dois desses vídeos reais. Inclusive nesse livro eu busquei apresentar a existência desses vídeos e somente descrevi os reais que assisti, isso com o objetivo demostrar que vídeos snuff não são lendas, pois como reuni muita informação e inclusive um testemunho de uma pessoa de total confiança que viu um vídeo snuff em São Paulo, irei falar mais sobre o assunto em breve.

Muitas pessoas envolvidas em rituais satânicos saem impunes quando presas ou postas sobre investigação. Esse é o caso de Valentina de Andrade, que continua livre até hoje e é tratada em seu livro como responsável pela morte de muitas crianças, tanto no Brasil como na Argentina. Por que as investigações dos desaparecimentos de pessoas vítimas desses rituais dificilmente são levadas a sério ouc onseguem ter um desfecho justo?

Leo Montenegro: Creio que o motivo principal disso seja o envolvimento de "peixes grandes" do cenário político, policial, e da infiltração de membros desses cultos no poder público. Um país como o Brasil é o sonho de todo assassino e pedófilo. Um país onde a justiça tem seu preço e a impunidade é garantida mediante grandes somas de dinheiro, torna-se o paraíso para pessoas como Valentina de Andrade e outros criminosos que vivem do rapto e assassinato de crianças e jovens.

Eu gostaria de estar errado, mas para isso alguém teria que me responder a seguinte pergunta: "Onde estão as milhares de crianças que somem todo o ano no Brasil?"

A ligação entre serial killers e cultos satânicos é freqüente?

Muitos deles, como Richard Ramirez, são adoradores do diabo e pensam estar a serviços de satan ao cometerem seus crimes. Outros como HenryLee Lucas faziam parte de cultos satânicos. Cultos como Matamoros acabam sacrificando pessoas ao diabo como forma de conseguir proteção de demônios para não serem presos ou prosperar nos negócios. Mudam as motivações, mas o envolvimento de muitos deles com o satanismo é bastante freqüente.

Fale sobre um dos assassinos citados no livro que está envolvido com práticas de magia negra.

Leo Montenegro: Vou falar sobre Ottis Tole, conhecido serial killer americano. OttisTole foi iniciado no satanismo por sua avó que o levava junto com ela ao cemitério para fazer rituais satânicos onde entre outras coisas ela comia cadáveres e às vezes levava pedaços deles para rituais. Ottis era chamado por sua avó de "A Criança Demônio". Anos mais tarde, Ottis começou a matar principalmente crianças que logo após serem violentadas eram canabalizadas por ele. Ele trabalhou para um culto satânico chamado "A Mão da Morte"; seu trabalho era raptar crianças e jovens para rituais satânicos e para a filmagem de vídeos snuff. Ottis matou centenas de pessoas. O Livro Crimes Satânicos traz uma entrevista com ele, onde conta tudo, inclusive como eram os rituais. Essa parte do livro não deve ser lida por pessoas sensíveis ou cardíacas, bem, creio que todo o livro é desaconselhável para algumas pessoas. No início eu tive medo de chocar as pessoas, mas descobrida pior maneira que é impossível tratar desse assunto sem causarcomoção nas pessoas ou até mesmo não gerar polêmica.

O livro Crimes Satânicos gerou uma grande expectativa por contadas denúncias apresentadas e por trazer à tona crimes envolvendo o satanismo. A editora Naós, que está lançando seu livro, sentiu algum receio em lançá-lo?

Leo Montenegro: Não, de forma alguma. A Editora Naós se mostrou bastante preparada paralançar o livro. A Naós é uma editora que tem um grande compromisso com a verdade e acabou encontrando em Crimes Satânicos um material que busca alertar a sociedade e o povo cristão sobre esse tema que para muitos é um mistério.

Em algum momento enquanto você estava escrevendo Crimes Satânicos, você sentiu medo de sofrer represálias?

Leo Montenegro: Sim, recebi um email com ameaças de pessoas ligadas a um dos portais que promoviam o satanismo e que mostrava um ritual satânico. Falo disso no livro. Pensei em parar de escrever por várias vezes, mas o motivo foi a luta espiritual que é falar sobre esse assunto. Muitas pessoas estavam orando por mim e isso me ajudou bastante. A leitura da Bíblia foi algo que me motivou bastante e me fez ver que realmente estamos em uma luta espiritual. Deus me deu forças e me capacitou a terminar esse trabalho.

Fonte: www.guiame.com.br e Editora Naós / Portal Momento Literári

0 comentários:

Postar um comentário

Caro internauta, fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. Deus te abençoe!

 
Powered by Blogger