Para se adaptar ao Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que entrou em vigor em 1 de janeiro deste ano, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) teve que alterar 1.100 palavras, o equivalente a 0,15% do total, na tradução da Bíblia de Almeida Revista e Atualizada.
Desde a assinatura do Novo Acordo, em junho de 2008, a SBB vem adaptando os textos segundo as normas então definidas. Já passaram pela revisão os nove volumes da coleção didática Estudando com a Bíblia, lançada em dezembro, e publicações infantis.A SBB definiu dois cronogramas para a adaptação das suas publicações ao Novo Acordo. Numa primeira etapa, todos os lançamentos saem com o texto atendendo às novas exigências, mas os projetos já editados, e esta a segunda etapa, serão gradualmente atualizados.
“Cerca de 85% das mudanças nos textos bíblicos englobam o fim do trema e também do acento em palavras terminadas com o ditongo ‘éi’, como Galileia, Judeia e hebreia”, explicou o gerente editorial da SBB, Denis Timm, para a revista A Bíblia no Brasil.Editoras e população têm até o fim de 2012 para se adaptarem às novas regras. Com o Novo Acordo, o alfabeto do português falado no Brasil passa a ter 26 letras com a inclusão do “K”, “W” e do “Y”; cai o trema, a não ser em palavras estrangeiras; e caem alguns acentos e o hífem em determinados casos.

Fonte: ALC/NC via Notícias Cristãs

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um pouco sobre o Círculo de Oração.

Fundo Musical em Pregações? Conheçam o perigo desse modismo.

Tragédia familiar: separação da cantora Lauriete