Israel quer investigação para evitar que o Papa Pio 12 se torne santo



Israel pediu a abertura dos arquivos do Vaticano acerca da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) para a evitar que o Papa Pio 12 seja santificado. O pedido foi uma reação ao anúncio feito pelo Papa Bento XVI, neste sábado, sobre a aceleração do processo de beatificação do Papa. As informações são da "France Presse".

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmor, explicou os historiadores são os responsáveis por analisarem a atuação de Pio 12 durante a guerra.

"O processo de beatificação não nos diz respeito, é uma questão da Igreja Católica. Cabe aos historiadores avaliarem o papel de Pio 12, e é por isso que pedimos a abertura dos arquivos do Vaticano sobre a Segunda Guerra", contou Palmor.

Pio 12 foi acusado, nos anos 60, de não se posicionar contra o Holocausto, durante a Segunda Guerra Mundial. As acusações atrasaram o processo de beatificação do Papa, que comandou a Igreja Católica entre 1939 e 1958.

O ministro israelense dos Assuntos Sociais, Yitzhak Herzog, já havia criticado o processo de beatificação de Pio 12. Ele acusou o então Papa de se manter "em silêncio e talvez fez pior, em vez de denunciar o sangue derramado, como manda a Bíblia".

Fonte: SRZD via Notícias Cristãs

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um pouco sobre o Círculo de Oração.

Fundo Musical em Pregações? Conheçam o perigo desse modismo.

Tragédia familiar: separação da cantora Lauriete