A igreja e o engajamento na transformação social

Penso que a melhor forma pela qual os nossos líderes espirituais e demais formadores de opinião podem estimular a igreja a se engajar na transformação social de nossa nação, por amor a Cristo e ao próximo, é ensinando a ela que os altos valores do Reino de Deus são manifestados no amor e na justiça, e isso não somente no âmbito pessoal de um individuo ou em um pequeno grupo, mas também na comunidade inteira. É fazê-los conhecer e praticar a chamada Missão Integral, cujo lema defendido e proposto é bastante conhecido, mas pouco praticado: “O Evangelho todo, para o homem todo”.

Partindo dessa premissa, a igreja precisa saber que o Evangelho do Senhor Jesus Cristo não é relevante apenas para as necessidades espirituais das pessoas, mas também para as necessidades sociais. A igreja evangélica foi chamada para intervir positivamente no ambiente em que as pessoas vivem, demonstrando para todas elas o amor e o interesse que Deus tem por suas vidas, em todos os seus aspectos. Conhecedores disso, a igreja têm que saber que possui o poder de Deus para impactar e transformar as comunidades onde estão inseridas.

Quando medito sobre a responsabilidade da igreja na prática de ações sociais ou missão integral, me lembro de alguns versos da Palavra de Deus inserida na epístola pastoral de Tiago dizendo o seguinte: “E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Tiago 2.15,16”. Estes versículos esclarecem o nosso entendimento sobre o assunto aqui tratado, ao demonstrar que a missão da igreja irá torna-se mais eficaz quando a mesma além de procurar levar as pessoas a encontrarem salvação em Jesus Cristo praticarem ao mesmo tempo ações de generosidade que visam suprir necessidades imediatas, tais como roupas, alimento etc.

Portanto, a única forma pela qual vejo que a igreja possa buscar um efetivo engajamento social, é fazê-la entender não somente a máxima importância que a proclamação do Evangelho tem sobre qualquer pessoa, mas entender também que, como cristãos, somos todos obrigados a lutar por um mundo de justiça social.

A missão integral precisa ser compreendida e difundida pela igreja.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um pouco sobre o Círculo de Oração.

Fundo Musical em Pregações? Conheçam o perigo desse modismo.

Tragédia familiar: separação da cantora Lauriete