domingo, 13 de setembro de 2009

Hoje é Dia Nacional de Missões: Ainda há muita coisa a ser feita...

O Evangelho registra a seguinte pergunta dos apóstolos ao Senhor Jesus: “Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo (Mateus 24.3b)”. Como resposta, os versículos de 4 a 13, relatam que Jesus referiu-se a vários eventos que sinalizariam esse tempo final. Todavia, foi no versículo 14 que o Senhor revela um dos mais destacados dos sinais que antecederia sua volta e o fim de todas as coisas: a comunicação do Evangelho a todos os povos! “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim (Mateus 24.14)”.
A Evangelização dos povos, tribos e nações é uma tarefa suprema da igreja! Estou convicto de que ainda há muita coisa para se fazer no que diz respeito a missões. Por isso, não podemos perder nosso foco, porque esta incumbência foi dada única e exclusivamente à igreja.
A história relata que Napoleão, depois de um combate vitorioso em Piemonte, uma região situada ao norte da Itália e oeste da França, dirigiu-se aos seus soldados com as seguintes palavras: "Ganhastes san­grentas batalhas, sem canhões, atravessastes caudalosos rios sem pontes, marchastes incríveis distâncias descalços, acampastes inúmeras vezes sem coisa alguma para comer, tudo graças à vossa audaciosa perseverança! Mas, guerrei­ros, é como se não tivéssemos feito coisa alguma, pois resta ainda muito para alcançarmos!”
Quando se trata de missões, estas mesmas palavras de Napoleão podem ser aplicadas para a igreja nos dias de hoje, porque é fato que resta muitos povos que ainda não foram alcançados ou que nunca ouviram falar de Jesus, e isso na cifra dos milhões. Portanto, devemos usar todos os recursos e meios disponíveis para pregarmos a Palavra do Senhor.
“Porventura dá graças ao tal servo, porque fez o que lhe foi mandado? Creio que não. Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer (Lucas 17.9,10).

Assista a este vídeo:

Dê uma pausa na rádio para visualizar o vídeo

0 comentários:

Postar um comentário

Caro internauta, fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. Deus te abençoe!

 
Powered by Blogger