terça-feira, 25 de outubro de 2011

No Encalço da Reforma Protestante



Na última segunda-feira deste mês, no dia 31 para ser mais exato, será comemorado os 494 anos da Reforma Protestante. Faltando muito pouco para chegar aos 500 anos, esse movimento foi um divisor de águas por toda a Europa e o mundo ocidental. O  mesmo pode ser considerado juntamente com outros acontecimentos um dos mais importantes da história. Até hoje pessoas que se declaram cristãs ou não desfrutam dos benefícios decorrentes desse evento histórico. E, não poderia ser diferente, pois além de ter trazido refrigério para a religiosidade dos povos, a própria Reforma Protestante produziu no meu entender um impacto igualmente positivo sobre a política, a economia e também na cultura.

Na política, a Reforma Protestante proporcionou aos governantes de muitos países mais autonomia em suas decisões sem a interferência papal. Esse movimento foi também a centelha para o surgimento da laicidade em inúmeras nações, bem como o aparecimento da sonhada liberdade e tolerância religiosa.

Na economia, a Reforma Protestante contribuiu consideravelmente para que o feudalismo desaparecesse aos poucos dando lugar ao capitalismo e permitindo assim que outras pessoas, alem dos senhores feudais, pudessem adquirir e produzir bens e serviços.

Na cultura, a contribuição da Reforma Protestante também foi de suma importância. Talvez seja suficiente destacar aqui a tradução que o monge Martinho Lutero fez da Bíblia em latim para o alemão. Pois, é sabido que até então era proibido a leitura popular da bíblia por toda Europa. E Lutero fez com que a leitura da Palavra de Deus fosse colocada ao alcance de todos.

Já religião cristã, considero a contribuição da Reforma a mais importante de todas, pois  foi ela que trouxe vida para toda cristandade.  E, antes, onde predominava as trevas do obscurantismo, a mesma foi dissipada pela luz radiante do verdadeiro Evangelho de nosso Senhor e Salvado Jesus, levando homens e mulheres ao encontro de um Deus verdadeiro e pessoal.

Portanto, em qualquer lugar deste nosso país, a comemoração desta data por parte de qualquer igreja evangélica é legitima, seja ela uma denominação histórica, tradicional ou pentecostal. A Reforma Protestante é uma conquista do Povo de Deus. Um presente de Deus para seu povo!

E, presente também foi o que recebemos aqui em Jaguaré, município onde resido no interior do estado do Espírito Santo. A igreja evangélica foi surpreendentemente presenteada pela Câmara Municipal com a aprovação unânime do projeto de lei que estabelece todo o dia 31 de outubro como o Dia do Evangélico Jaguarense. Sem dúvida, é uma conquista e uma honra dobrada poder comemorar nesse dia duas datas  tão importantes para os cristãos desta cidade.

Por isso, meus parabéns e reconhecimento a todos que tem contribuído para a promoção do Evangelho de Cristo neste município.

Meus parabéns aos meus colegas pastores que têm sido instrumentos de suma importância para o reconhecimento da comunidade evangélica jaguarense.

Parabéns a diretoria da APLEJ (Associação de Pastores e Líderes de Jaguaré) pela promoção da comunhão e integração entre o povo de Deus.

Parabéns a todas as comunidades evangélicas deste município.

Parabéns aos digníssimos representantes do Executivo Municipal e também Legislativo pelo apoio.

Que em tudo isso, Deus seja louvado!

0 comentários:

Postar um comentário

Caro internauta, fique à vontade para expressar suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. Deus te abençoe!

 
Powered by Blogger